Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

ASTRID CABRAL



Modo de amar

Amor como tremor de terra
abalando montanhas e minérios
nas entranhas da minha carne.
Amor como relâmpagos e sóis
inaugurando auroras
ou ateando faíscas e incêndios
nas trevas da minha noite.
Amor como açudes sangrando
ou caudais tempestades
despencando dilúvios.
E não me falem de ruínas
nem de cinzas, nem de lama.




Biografia AQUI

12 comentários:

chica disse...

Sempre belas tuas escolhas,Elvira! Gostei! bjs, ótima semana! chica

Cidália Ferreira disse...

Obrigada pela maravilhosa partilha!
-
Atípicas, as sedes desmedidas ...
-
Beijos, e uma excelente semana.

São disse...

Gostei de conhecer!

Beijinho, excelente semana :)

Isamar disse...

Olá Elvira,
Espero que esteja tudo bem consigo.
Obrigada por nos dar a conhecer mais uma, talentosa, poetisa brasileira.
Votos de um dia feliz, beijinhos!

Marta Vinhais disse...

Amar com paixão... lindo...
Não conhecia a poetisa; obrigada pela partilha.
Obrigada pela visita e em relação à questão colocada, deixei um esclarecimento nos comentários do meu Post.
Beijos e abraços
Marta

Dan disse...

Olá Elvira, bom dia amiga !
O amor é a base de tudo na vida,inclusive a sua linda e viva poesia. Pude sentir os detalhes e toda fotografia dela.

Parabéns.
Abraços
Dan
https://gagopoetico.blogspot.com/

vieira calado disse...

Olá, Elvira!

Sempre a divulgar poesia...

Não conhecia a autora.

Obrigado.

Bom fim de semana!

Arthur Claro disse...

Linda poesia, meus parabéns.

Arthur Claro
http://www.arthur-claro.blogspot.com

R's Rue disse...

❤️

Daniela Silva disse...

Belíssimo poema 🙃🙂

Portugalredecouvertes disse...

Olá Elvira,
não conhecia essa poetisa, mas sim fui ver a biografia de
Astrid Cabral
e verifiquei que o marido Afonso Feliz de Sousa
também era poeta,
no link que segue, tem a vida dele e alguns poemas,

http://ermiracultura.com.br/2019/06/29/cinco-poemas-de-afonso-felix-de-sousa/

beijinhos,
boa semana
Angela

Ulisses de Carvalho disse...

Olá, Elvira. Amor com muita paixão! Um poema muito apaixonado, eu quase pude ouvir os versos formando uma música. Um abraço.