Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

FÁTIMA LANGA





MULHER


Procurei palavras bonitas
Palavras caras e raras
Palavras de dicionário
Palavras que só os doutores sabem dizer
Para falar de ti, mulher
E não encontrei

Perguntei ao vento ao fogo e ao mar
À terra, ao tempo e espreitei no ar
Buscando alguém,
alguma coisa
Que me dissesse o teu nome
Para eu falar de ti, mulher
E ninguém me respondeu

Então, vasculhei sentimentos e atitudes
E no fundo de cada um
Descobri as tuas pegadas
Por vezes longínquas,
Outras vezes ténues
Mas sempre presentes
numa caminhada perene, penosa

por fim encontrei-te.
Encontrei-te no rosto das crianças
que geraste e criaste
No amor que criaste com grãos de dor
Na esperança que semeaste
em pedaços de desespero
Em feridas que curaste
com lágrimas escondidas
Para não mostrar a face

Encontrei-te
nas bocas saciadas da família
Em pedaços de percurso
entre caminhões e fronteiras

 

Encontrei-te
também no sono reparador do teu lar
Que semeaste em cada viagem arriscada
A pé, de chapa ou de boleia
Entre insultos, violência e abusos
respondes com um sorriso

Encontrei-te nesse amor que só tu sabes cultivar
Nos ombros que emprestas a quem precisa de chorar
Encontrei-te nesse amálgama de emoções
Que vives em cada dia
E que transformas num olhar

Mas vi também pegadas recentes
Nas salas de trabalho de políticos e cientistas
Reconheci-te com microfones falando para multidões
Descobri que já começaste a consolidar espaços novos
Nas tecnologias, nas decisões e nos espaços nobres
Nas empresas que algumas já te pertencem
Até condenas criminosos em salas de audiência.

Num momento de pausa

Encontrei-te sozinha com o olhar iluminado
E perguntei-te o teu nome
Respondeste: Sou mulher



Biografia   AQUI


15 comentários:

Pedro Luso de Carvalho disse...

Olá, Elvira, não conhecia a poetisa e fui ver na tua indicação. Gostei muito do poema moderno e profundo.
Grande abraço, um bom domingo.

Olinda Melo disse...


Belo poema. Poetisa que sabe falar do percurso da Mulher.
Gostei muito de conhecê-la através de si.

Bom domingo.

Bj

Olinda

Os olhares da Gracinha! disse...

Lindo de se ler!
Obrigada pela partilha 👍

Cidália Ferreira disse...

Simplesmente Belo :))

" R y k @ r d o " disse...

Poeticamente fascinante de ler
.
Cumprimentos poéticos

Mar Arável disse...

Excelente partilha
Bj

Megy Maia disse...

Olá querida Elvira!
Magicamente belo!
Não fossemos nós mulheres as guerreiras de luz, dentro de um novo sentir ou viver.
Um meigo abracinho!💙🌼💙
Megy Maia🌈

Daniela Silva disse...

Toda a mulher é linda!

Isamar disse...

Maravilhoso poema dedicado à mulher, acho que não ficou nada por dizer/escrever.
Obrigada Elvira por nos dar a conhecer estas talentosas poetisas.

Fique bem, beijinho!

p.s. então o pc já está ok?

CÉU disse...

Olá, estimada Elvira!

Fui ler a Biografia desta escritora e poetisa moçambicana, já falecida, e gostei do que lá vi. Morreu nova, coitada!

Mulher, um tema sempre vasto, e tudo aquilo que a poetisa diz é pura verdade. Temos, nos, mulheres, no entanto, ainda um longo caminho a percorrer, mas é preciso continuar.

Gostei bastante do poema.

Beijos e saúde para todos.

Portugalredecouvertes disse...

Boa noite Elvira,
passando por este blogue
fiquei feliz pelo encontro com a Fátima Langa
que não conhecia, e o poema encantou-me pela maneira como descreve o percurso da mulher na sua vertente de lutadora para conseguir um lugar na sociedade
e ao mesmo tempo que cria a vida das novas gerações
emocionante as mulheres guerreiras da lusofonia que viveram em condições tão adversas
beijinhos

lua singular disse...

Oi Elvira
Que maravilha de poema.
É a vida
Beijos no coração
Lua Singular

O meu pensamento viaja disse...

Elvira, como está? Oxalá bem.
Gostei do poema. Um beijo

MARILENE disse...

Uma riqueza! Os passos da mulher pela vida e os degraus que vem subindo, lentamente. Amei! Bjs.

ROSELINE DAVIDSON disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.