Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

DEBORAH BRENNAND






Você só diz



O que eu não quero ouvir.
Não fala de uma ilha
onde nasce um rio
que desagua céus.

Não lembra caminhos
indo, indo se esconderem
em matos e pedras.

Não ergue o facão do sol
e faz zunir centelhas
nas alamedas do estio.

Nem traz assombros
de ramagens na noite
pisando o carmim das flores.

Você só diz – Eu te amo.

Assim não dá, é pouco
muito pouco para se levar a vida.



- Deborah Brennand, em "Folhagens". Recife: Travessa dos Editores, 2002.


Biografia AQUI



14 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

Fascinante poema que me deliciou ler.
.
Feliz início de semana
Cumprimentos

HD disse...

Palavras não se comparam com ações... *_*
Abraço e muita saúde!

Cidália Ferreira disse...

Uma partilha maravilhosa! :)
*
Melancolia à velocidade do tempo...
-
Beijo e uma excelente semana.

MARILENE disse...

Um belo poema! Uma declaração de amor, simplesmente, não costuma preencher sonhos, aspirações e vazios. Ótima escolha! Bjs.

Roselia Bezerra disse...

Boa tarde de paz, querida amiga Elvira!
O amor deve se por mais em obras do que em palavras.
(Santo Inácio de Loyola)
Muito bonito o poema fã autora!
Tenha dias abençoados!
Bjm carinhoso efraterno

Andrea Giovanna disse...

Linda poesia, bjinhos

Marta Vinhais disse...

É muito mais que palavras - são gestos também.
Obrigada pela visita.
Em resposta à sua questão, sim, esta personagem Sofia apareceu no conto anterior, é a senhora que faz parte do outro Clube de Leitura e que o Nicolau encontra no aeroporto.
Veremos o que acontece.
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

São disse...

Sim, dizer que se ama é fácil, difícil é mostrá-lo por comportamentos ....

Beijinho, tudo d e bom

Maria Rodrigues disse...

O amor tem de ser dito e demonstrado por acções. Belíssimo poema.
Beijinhos

Toninho disse...

Nada mais lindo que o amor declarado amiga.
Linda sua construção/inspiração.
Beijo amiga

Toninho disse...

Uma partilha linda como sempre Elvira.
Que esteja bem em cada dia amiga.

lua singular disse...

Oi Elvira,
Belíssima poesia
Adorei poetisa
Beijos
Lua Singular

Maria Emilia B. Teixeira disse...

Bom dia Elvira.
O amor não sobrevive de teorias.
Bom fim de semana, muita saúde.Bjs.

Olinda Melo disse...


Um belo poema de uma excelente Poetisa.
Amar e demonstrar que se ama, eis a questão.

Beijo
Olinda