Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

domingo, 26 de setembro de 2021

MYRIAM FRAGA


Semeadura



O limite da luz
é o espaço do salto.

É a casa do sonho,
o caminho de volta,
extravio ou derrota.

O pássaro é este silêncio
cortando como faca.

É a bicada no ventre:
semeadura de mel
nos meus campos molhados.

Oh! eterno seja o passo
minha pele no teu aço,
ó pássaro, pássaro.

Senhor do sol me arrebata,
ó pássaro,
tuas garras como arado
revolvendo meus pedaços.

Meu corpo de sementeira
na raiz do teu abraço.

Um arco-íris de espigas
no meu seio, meu regaço
como um odre

na esperança de teu vinho,
meu canto no teu cansaço
ó pássaro, pássaro.




- Myriam Fraga, em "A lenda do pássaro que roubou o fogo". Salvador: Editora Macunaíma, 1983


Biografia AQUI

11 comentários:

chica disse...

Muito linda e bem escolhida poesia! beijos, ótimo dia! chica

manuela barroso disse...

Extraodinária poesia de uma riqueza metafórica fantástica
Grande escolha, Elvira
Beijinho

Cidália Ferreira disse...

A Imagem parece a felix. Gostei muito do poema!
-
Meu braço impudente ao alto se ergueu
-
Beijos, e um dia feliz!

" R y k @ r d o " disse...

Poema muito bonito que muito gostei de ler
.
Um domingo feliz … Cumprimentos
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Cidália Ferreira disse...

Ressalvo a palavra: É Fénix, e não felix. Peço desculpa

Beijos, e um excelente Domingo.

Maria Emilia B. Teixeira disse...

Renascer depois dos contratempos é libertador.
Boa semana.Bjs.

Graça Pires disse...

Gosto de Myriam Fraga. Identifico-me com o que ela escreve. Gostei imenso de a encontrar aqui.
Cuide-se bem minha Amiga Elvira.
Uma boa semana.
Um beijo.

lua singular disse...

Oi Elvira
Linda poesia
Gostei demais
Beijos no coração
Lua Singular

Toninho disse...

Mais uma bela partilha e apresentação Elvira.
É preciso renascer, alar-se e ganhar o universo.
Show de construção da poetisa Myrian.
Abraços com carinho amiga, que a semana esteja leve.

Maria Rodrigues disse...

Excelente escolha, um poema poema belíssimo.
Elvira, obrigado por ter comemorado comigo o aniversário do meu filho.
Continuação de uma boa semana
Beijinhos

Rajani Rehana disse...

Super blog