Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

EUGÉNIA TABOSA






Sonhei Comigo


Sonhei comigo
esta noite
Vi-me ao comprido
Deitada
Tinha estrelas
nos cabelos
em meus olhos
madrugadas
Sonhei comigo
esta noite
como queria
ser sonhada
Senti o calor da mão
percorrendo uma guitarra
De longe vinha um gemido
uma voz desabalada
Havia um campo
de trigo
um sol forte
me abrasava
E acordei
meio sonhando
procurando
me encontrar
Quando me vi
ao espelho
era teu
o meu olhar

Eugénia Tabosa


Eugénia Tabosa, é mais uma das repetentes neste espaço. AQUI podem ler mais um poema e conhecer a biografia da poetisa.

17 comentários:

" R y k @ r d o " disse...


Um poema intenso, profundo, sensual, fascinante de ler, quiçá de imaginar ... estar dentro da "cena".
.
Abraço. Um dia feliz.
Cuide-se
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

chica disse...

Gostei muito e a conhecia daqui! beijos, chica, lindo dia. Aqui calor infernal!

Fê blue bird disse...

Gosto muito deste seu blogue Elvira,
A poesia no feminino tem outro encanto, como prova uma vez mais este belo poema que escolheu.

Um beijinho e continuação de boa saúde

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Um poema muito bonito
Obrigada por tê-lo partilhado.
Beijinhos,
Ailime

Isamar disse...

Olá Elvira,
Escolhe sempre poemas tão belos para partilhar connosco, obrigada!
Espero que continue tudo bem por aí.
Beijinho

Cidália Ferreira disse...

As suas partilhas são maravilhosas! :)
-
Beijos e uma excelente tarde!

Toninho disse...

Uma linda poesia e partilha da Eugenia com um poetizar forte e sensual.
Que a poesia esteja latente em suas boas escolhas Elvira.

Fique bem e cuide-se amiga.

Carinhoso abraço na feliz semana.
Grato sempre pelo carinho.

Dan disse...

Boa noite, querida Elvira.
Que poema lindo. Imaginei o lindo cenário poético, bem como toda a sensualidade.

Se cuide, seja feliz
Dan

Marta Vinhais disse...

Não conhecia a poetisa... Um poema muito sensual....
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Portugalredecouvertes disse...

Gostei muito de conhecer essa poetisa Elvira
ela tem imenso talento para descrever situações fortes
também fui visitar o link sugerido onde se chega à dor das viúvas do mar e lembrei-me da escultura na praia de Matosinhos
como vemos aqui nas imagens
https://amateriadotempo.blogspot.com/2018/12/tragedia-no-mar.html
beijinhos

MARILENE disse...

Você sempre nos brinda, Elvira. Os versos dela são encantadores. Essa é sempre uma visita cultural que muito aprecio. Grande abraço.

Mar Arável disse...

Boa partilha
Belo

" R y k @ r d o " disse...

Voltei a publicar o poema sobre a Saudade do meu Pai

Abraço e muita saúde

lua singular disse...

Oi Elvira,
Uma linda poesia.
Tudo a contento
Beijos
Lua Singular

O meu pensamento viaja disse...

Um belo poema. Espero que continue bem, Elvira. Beijo

Pedro Luso disse...

Olá, Elvira, belíssimo poema da poeta Eugénia Tabosa que eu não conhecia. Agradeço a partilha.
Um bom final de semana, com saúde.
Um abraço!

Marina Filgueira disse...

¡Hola Elvira!

¡Que preciosidad de poema, soñé conmigo! Suena a las mil maravillas y además entiendo perfectamente el idioma, casi como el español. A veces leo y releo poemas de otros escritores portugueses, e intuyo lo que quieren decir. Pues hay palabras que no las entiendo.

Gracias por escoger lo más bello y felicidades para la autora y para ti también.
Un abrazo y bendiciones.

Feliz fin de semana.