Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

terça-feira, 3 de agosto de 2021

EULÁLIA MARIA RADTKE



As elegias

(1)

É meio dia em minha
vida,
meu sonho
meu sol,
minha dança alucinada
no horto.

Para quem fui,
gotas ficaram pendentes
nas espigas.
Para quem sou,
canto humilde e ave
partida.

É meio dia em minha
vida,
este relógio  de hastes
singulares e plurais
ceifando o tempo,
trazendo à luz
banquetes fartos e limpos
- irreais




- Eulália Maria Radtke, em "O sermão das sete palavras". Florianópolis SC: FCC Edições; Brasília: Thesaurus, 1985.

Biografia AQUI

postagem programada

13 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

Poema deslumbrante que muito gostei de ler.
.
Uma semana feliz … Cumprimentos.
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

chica disse...

Gostei de tua escolha! beijos, chica

Cidália Ferreira disse...

Parabéns pala partilha! :))
.
Terás firmeza, que a enfrentarás no tempo
.
Beijo e um excelente dia. Boa férias... :)

Roselia Bezerra disse...

Boa noite de paz, querida magia Elvia!
Um etilo poético com poucas palavras profundas que dizem a essência do poetisado.
Sempre com boas escolhas a nos ofertar.
Tenha dias abençoados e boa saúde dos olhos!
Beijinhos com carinho de gratidão

Smareis disse...

Boa noite Elvira!
Um poema muito bonito.
Ótima partilha!
Desejo um mês agosto de muitas coisas boas.
Um beijo!

© Piedade Araújo Sol disse...

Elvira

Uma boa partilha de uma Poeta que não conheço.
Vou tentar pesquisar a sua obra.
Continuação de uma boa semana.
Saúde e muita paz é o que lhe desejo.
:)

Os olhares da Gracinha! disse...

Gostei de ler e conhecer!!! Bj

Maria Rodrigues disse...

Excelente partilha, belíssimo poema.
Beijinhos

lua singular disse...

Oi Elvira,
Adorei a poesia
O pouco se diz muito
Beijos
Lua Singular

Pedro Luso de Carvalho disse...

Olá, Elvira, parabéns pela excelente postagem, na qual editas esse belo poema de Eulália Maria Radtke o qual gostei muito de ler como também gostei da leitura que fiz sobre a poeta Eulália.
Um bom final de semana, com saúde e esperança.
Um abraço.

Portugalredecouvertes disse...

gostei de conhecer essa poetisa e o seu poema, Elvira,
poema traz a sensação de grande leveza
irei ler a biografia
saúde e bom fim de semana

lua singular disse...

Oi Elvira
Desculpa a demora
Estou doente, estou respondendo um pouquinho de cada vez.
Linda postagem
Beijos
Lua Singular

Maria Rodrigues disse...

Eu já passei o meio dia. Belíssimo poema.
Excelente escolha.
Beijinhos