Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

segunda-feira, 1 de maio de 2017

MARIA DO ROSÁRIO MACEDO

A autora está no Facebook e na Internet, existem vários poemas dela.

9 comentários:

✿ chica disse...

Linda poesia referente à data hoje comemorada... beijos, lindo dia! chica

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, hoje é o dia contra exploradores, a luta continuará sempre.
Votos de feliz dia feriado.
AG

Cidália Ferreira disse...

Muito bom! :)

Beijos e uma excelente semana.

lis disse...

Leio sempre a poeta Maria do Rosário.E gosto muito!
Obrigada Elvira por compartilhar s homenagem do dia .
abraço e boa semana

cristina disse...

Muy cálido sitio, pleno de versos que cantan vida desde el alma...hoy le canta bellamente a cuántos trabajan por su subsistencia , no lejos de sentimientos que minan el corazón por la esperanza de poder avanzar mejor...
Fuerte abrazo Elvira
Aquí me quedo con su permiso
Ctistina

Maria Rodrigues disse...

Não conhecia a poetisa, lindíssimo poema, obrigado pela partilha
Beijinhos
Maria

CÉU disse...

Olá, estimada Elvira!

Já conheço o nome desta escritora e alguns poemas dela. Este, ou seja, este conjunto de quadras, que parecem feitas com a ingenuidade e pureza de uma criança, estão engraçadas e dão-nos ideia daquilo que uma criança pretende ser qdo é criança. Depois, na fase adulta, "a coisa " não é bem assim. Há pessoas, muitas, que querem emprego, mas não trabalho, sendo as k mais reivindicam.
Evidente que há quem seja viciado no trabalho, talvez por causas até familiares, mtas vezes, e qtos casos, eu não conheço! É uma forma de estarem longe de casa e dos problemas, apenas, ou então, se vivem sós, é uma forma de se sentirem acompanhados durante 8h, diariamente. Cada cor, seu paladar (rs).

Sei da importância histórica do primeiro dia de Maio. Estudei-a, estudo-a, ensinei-a, ensino-a, mas nunca fui a uma manifestação, nem fiz greve e trabalho desde os 15 anos, dando explicações num apertado hall, sim, pke os meus pais não eram pessoas abastadas e eu dei a "volta" à casa, a nível de móveis, cortinados, eletrodomésticos, etc. com o dinheiro que ganhava ensinando outros com mais dificuldades de aprendizagem que eu. Ganhei mto dinheiro, atendendo à minha idade, nesse período de tempo e graças a Deus (li num comentário seu que a sua fé, de vez em qdo, estava intermitente, mas olhe Elvira que a minha também, pke há tanto mal e ambição desnecessária, prejudicial no mundo) tenho hoje uma situação económica e social satisfatória. Não preciso de mais nada, a não ser que Deus me continue a proteger e a zelar por mim.

Está prevista uma greve da função pública para breve, à qual pertenço, mas não irei aderir, pke penso que a situação deveria passar por palavras, sempre, embora digam, que "estas são levadas pelo vento", mas mesmo assim, acho que a falar é que a gente se entende. Se tivermos aumento, o meu irá direitinho para um hospital, por exemplo, pke não são 5/10 euros mensais, que farão a diferença na minha vida ou na vida de qualquer outra pessoa. Fumem menos, ou não fumem e não tomem tantos cafés, nem pequenos almoços ou lanches fora. Essa, de irem de lancheira ou almoçadeira, diariamente, acho uma falsidade, uma desfaçatez uma "graça", uma parvoíce, qdo sei que essas pessoas, ou a sua maioria, fumam que nem chaminés, bebem que nem bicas de fonte, mas não água e não sabem organizar o dinheiro que ganham no emprego. Eu dou-lhes umas aulas, se elas quiserem.

E já k estamos a falar de empregos/trabalhos, devo dizer-lhe Elvira, que tive uma empregada, ai, agora, já não pode dizer-se empregada, mas sim, colaboradora (rs) doméstica, uma vez por semana, de Leste, durante mais de 5 anos e que agora se legalizou e até adquiriu dupla nacionalidade, arranjando emprego fixo e portanto foi-se embora de minha casa, como é lógico. Decidi dar oportunidade a portuguesas, e já por cá passaram umas 6 ou 7, mas têm todas problemas de coluna, disto ou daquilo e dizem-me k não limpam, nem paredes, nem vidros, nem azulejos até cima etc. Perguntei há dias a uma: mas afinal, o k é que a senhora pode fazer, domesticamente? Aspirar e limpar pó, respondeu-me, pke na minha casa os trabalhos mais complicados e desgastantes tb são feitos por uma senhora romena. Moral da história: por enquanto, sou eu quem faz a limpeza, pke não tenho unhas de gel, nem gelinho e sempre fui ensinada pela minha mãe a limpar uma casa, o k fiz quase durante 30 anos, em casa dos meus pais. Com tanto feriado que temos, tenho dado volta à minha casa e tido algumas surpresas desagradáveis, embora nunca tivesse dado a chave de minha casa a ninguém, mas enfim, é a falta de honestidade, que reina por aí.

Espero que se tenha "divertido" e colaborado no primeiro dia de maio, pke eu sei que é uma mulher de causas, JUSTAS, embora mtos dos k lá estiveram, nem saibam o significado deste dia. Vieram de camioneta e comeram frango assado e foi excelente a convivência. Foi isso e só.

Beijos para todos vocês e um em especial para a Nita.

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA!
GOSTEI DA PARTILHA.
UMA ÓTIMA NOITE PARA TI E UM GRANDE ABRAÇO.
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

cristina disse...

¡Feliz Día! Elvira, ser mamá es bello , no fui madre pero aún así, sé lo que es sentir y recibir ese amor, mi madre ya descansa en paz pero la siento a mi lado como ayer...amor de madre es muy grande y nunca se olvida....Sus hijos la colmen de alegría el día de hoy y siempre
Cordial abrazo
Gracias por su amable y afectuosa visita

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...