Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

sábado, 29 de junho de 2019

SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN




AUSÊNCIA


Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua
Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.



PUDESSE EU


Pudesse eu não ter laços 
nem limites
Ó vida de mil faces 
transbordantes
Para poder responder 
aos teus convites
Suspensos na surpresa 
dos instantes!


APESAR DAS RUÍNAS


Apesar das ruínas e da morte,
Onde sempre acabou cada ilusão,
A força dos meus sonhos é tão forte,
Que de tudo renasce a exaltação
E nunca as minhas mãos ficam vazias.

sexta-feira, 21 de junho de 2019

SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN - LIBERDADE


Liberdade

Aqui nesta praia onde
Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Puro espaço e lúcida unidade,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade.


Vamos continuar com Sophia de Mello Breyner Andresen até 2 de Julho data do Aniversário da sua morte.

quarta-feira, 12 de junho de 2019

SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN - AS ROSAS

 Continuamos com Poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen


As rosas


Quando à noite desfolho e trinco as rosas
É como se prendesse entre os meus dentes
Todo o luar das noites transparentes,
Todo o fulgor das tardes luminosas,
O vento bailador das Primaveras,
A doçura amarga dos poentes,
E a exaltação de todas as esperas.



Sophia de Mello Breyner Andresen,
in "Obra Poética", Ed Caminho, Lisboa, 2010

quarta-feira, 5 de junho de 2019

A PAZ SEM VENCEDOR E SEM VENCIDOS - SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN

Continuando a série de Sophia de Mello Breyner Andresen


A PAZ SEM VENCEDOR E SEM VENCIDOS
Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos
A paz sem vencedor e sem vencidos
Que o tempo que nos deste seja um novo
Recomeço, de esperança e de justiça.
Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos
A paz sem vencedor e sem vencidos
Erguei o nosso ser à transparência
Para podermos ter melhor a vida
Para entendermos vosso mandamento
Para que venha a nós o vosso reino
Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos
A paz sem vencedor e sem vencidos
Fazei Senhor que a paz seja de todos
Dai-nos a paz que nasce da verdade
Dai-nos a paz que nasce da justiça
Dai-nos a paz chamada liberdade
Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos
A paz sem vencedor e sem vencidos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...