Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

terça-feira, 7 de outubro de 2014

AGLAIA SOUZA


                 


                  CANTARIA




Estou indo bem mais velha:

Maranhão me envelheceu.



Suas ruas, suas casas,

onde o passado ainda mora,

criaram raízes, lianas,

azulejaram as paredes,

ruíram caibros e tetos,

musgos nasceram nos becos.



Estou levando comigo

Maranhão feito em pedaços.



Suas pedras, suas portas,

seus licores, suas frutas,

camarões, peixes enormes,

a fala mansa, sem pressa,

os livros (tantos poetas!),

seus rios cheirando a mar.



Estou indo assim saudosa

do tempo do Maranhão.





Biografia AQUI



4 comentários:

✿ chica disse...

Linda foto e poesia que gostei de ler!! bjs ainda praianos,quase acabando, já com saudades no coração! chica

Bell disse...

Gostei das fotos, acho lindas cidades assim.
Ainda não tive oportunidade de conhecer o Maranhão.

bjokas =)

Gracita disse...

Boa tarde Elvira
Foi com deslumbramento que li estes versos fabulosos a me transportar por este encantador cenário.
Vim agradecer as tuas lindas palavras lá no blog "Vendedor de ilusão" ao referendar meu poema. Foi um gosto ler.
Uma bela tarde pra você
Beijos

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa noite amiga
hoje vim para lhe desejar uma abençoada semana, coberta de muita paz!
abraço amigo!
Maria Alice

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...