Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

sábado, 24 de outubro de 2020

MANUELA AMARAL





                                      I
Sexo-Cama
Fui ordinária
requintada
tímida
Misturei poesia com vários palavrões
Gritei
Uivei
Gemi
Rasguei almofadas e lençóis

Fui carnaval de amor
no circo de uma cama.
                           II

NASCI-TE

 

No meu ventre de mulher cresceu teu feto

e foi a minha boca que te deu palavras

e silêncios para tu gritares
Dos meus braços multipliquei teus braços
e dei distâncias para tu voares
Dei-te tempos-de-nada
medidos de coragem
E foste. E és.


Manuela Amaral


Biografia AQUI

16 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

Vi a imagem e li o poema em silêncio. Respeitosamente, em silêncio, me deixei ficar.
.
Bom fim de semana

Cidália Ferreira disse...

Muito bonito e delicado! :))
**
O presente e um futuro...num passado
-
Beijos, e um excelente fim de semana.

Os olhares da Gracinha! disse...

Por sinal... de um feroz intensidade 👍

MARILENE disse...

versos intensos, uma grandeza de sentimentos. Linda escolha, Elvira. Bjs.

Alécio Souza disse...

Olá Elvira, td bem?
Vim conhecer o seu blog e me deparo com um poema cheio de desejo e paixão! Em tempos de pandemia precisamos de amores tórridos como o descrito no poema.
Excelente escolha!
Um beijo.

silvioafonso disse...

Elvira, logo agora que eu
estava falando menos, para
não errar tanto, e pensando
em coisas castas você me
aparece com essa imagem...
Obrigado minha amiga, por
não me deixar perder o faro
que só os bons cachorros têm.
Sua poesia continua nota 10.
Um beijo e votos de bfs.

Maria Rodrigues disse...

Belíssimo poema, obrigado pela partilha.
Bom fim de semana
Beijinhos

Gracita disse...

Poemas intensos e sensuais de uma profundidade singular
Fabulosa partilha amiga Elvira
Beijinhos

ROSELINE DAVIDSON disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Justcherry disse...

Belo poema
Tenha um bom fim de semana
Fique seguro lá
Saudações

Ana Tapadas disse...

Forte e muito interessante.
Não conhecia...
Beijinho e uma boa semana.

vieira calado disse...

Olá!

Fortes e bons!

Boa semana para vocês!

Jorge Sader Filho disse...

Sensual e romântico! Lindo, querida Elvira!
Beijo!

lua singular disse...

oi Elvira,

O que fazemos na cama são momentos nossos de desejos ocultos.
A palavra diz: nossos momentos, só nossos.
Beijos no coração
Lua Singular

Portugalredecouvertes disse...

Manuela Amaral um nome a conhecer
palavras fortes que dão muito intensidade aos poemas
desta poetisa portuguesa
fui ler a biografia no link indicado
abraços, boa semana
Angela

Thaís Livramento disse...

Que sensibilidade tocante!