Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

segunda-feira, 23 de abril de 2018

LIBERDADE

25 DE ABRIL.  SEMPRE.





LIBERDADE


Ontem
Olhavas e fingias que não vias.
Os órfãos e viúvas de guerras inglórias
O desespero dos emigrantes clandestinos
As terras abandonadas pelo terror da fome
A força sacrifício dos ideais feitos homens
Encerrados e torturados nas prisões do meu país

Acordaste numa manhã de Abril
Espantado
Porque nas nossas mãos
A revolta era cravo rubro
Nas nossas gargantas
O medo era um hino à Liberdade
Nos nossos braços enlaçados
A força da esperança no futuro.
Acordaste...
E como quem muda de camisa
Puseste-te ao nosso lado.

Era o tempo
de fingires ser democrata...

Com a Liberdade por companheira
Entre avanços e recuos
Fomos fazendo a nossa história
Mas como joio insidioso, 
Abafando o trigo
Ias minando a caminhada
Encerrando escolas, 
Fechando fábricas.
Cortando subsídios
Aumentando o desemprego
Empurrando-nos para a emigração
Aprisionando os nossos sonhos, 
No desespero e desencanto.
Fomentavas a descrença
Para desunir o Povo


Podes continuar a tentar.
Tal como a noite tenta todos os dias
apagar o esplendor do sol
Porque hoje
O povo tem mais
Do que o sonho e a esperança
Conhece o sabor da Liberdade
Reconhece o sabor a sal
Das lágrimas
O odor do sangue derramado
Daqueles que por ela, deram a vida.

E não se deixa enganar!

elvira carvalho


11 comentários:

✿ chica disse...

Linda poesia para a data que se aproxima! bjs, chica

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

25 de Abril, SEMPRE.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Cidália Ferreira disse...

Como sempre. Gostei!! :)

Beijo e uma excelente semana.

Ontem é só Memória disse...

Infelizmente parece que esta é uma data que algumas pessoas esqueceram que existe!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

luisa disse...

Há que celebrar a liberdade, sempre. :)

Toninho disse...

Que bela lembrança Elvira com uma poesia Loa e grito de incentivo a preservar a liberdade a democracia. Bens preciosos amiga que devemos engajar para preservar e fazer valer. Pelas bandas de cá parece que o povo esqueceu os anos plúmbeos e vivem a pedir a volta da dita.
Que venham o dia da historia com incremento de consciência do valor da data.
Carinhoso abraço amiga e boa semana de paz e luz.

São disse...

VIVA PORTUGAL!!

VIVA A LIBERDADE !!

ABRIL, SEMPRE !!

Grato abraço pela partilha e semana boa

Mar Arável disse...

Memórias vivas neste chão de cravos

Minhas Pinturas disse...

Lindo e emocionante poema.
Parabéns!
Bjs. Léah

Hetero Doméstico disse...

Muito intenso e pleno de liberdade! :-)
Um abraço

Ricardo- águialivre disse...

O 25 de Abril e os cravos são geradores de fantásticos poemas como o que acabei de ler. Fascinante.
.
“Amor em libertas folhas ao vento “
.
Votos de uma semana feliz.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...