Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

quarta-feira, 11 de abril de 2018

ILSA DA LUZ BARBOSA



MULHER

Você que busca no dia a dia sua
independência, sua liberdade, sua
identidade própria;


Você que luta profissional e
emocionalmente, para ser
valorizada e compreendida;


Você que a cada momento tenta ser a
companheira, a amiga, a "rainha do lar";
Você que batalha incansavelmente por seus
próprios direitos e também por um mundo
mais justo e por uma sociedade sem
violências;


Você que resiste aos sarcasmos daqueles
que a chamam de, pejorativamente, de
feminista liberal e que já ocupa um
espaço na fábrica, na escola, na
empresa e na política;


Você, eu, nós que temos a capacidade de
gerar outro ser, temos também o dever de
gerar alternativas para que a nossa Ação
criadora, realmente ajude outras
mulheres  a conquistarem
a liberdade de Ser...




Biografia

Bem que eu procurei encontrar uma biografia desta poetisa, mas não encontrei.

5 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Tão bonito, Elvira!

Beijinhos. Boa noite!

tulipa disse...


Elvira, boa tarde!

Venho agradecer a sua visita ao meu cantinho!

Há dias que me "apetece" poesia, obrigada pela partilha.

Bom fim de semana. Beijos
Tulipa

Ricardo- águialivre disse...

Poema sublime, maravilhoso.
.
"" És o meu caminho incerto. ""
.
Um fim de semana de Paz e Amor.

CÉU disse...

Olá, estimada Elvira!

Sempre que acedo a este seu blogue, fico encantada com o cabeçalho dele e com o seu poema, que nele inscreveu. Faça mais poesia! Assenta-lhe mto bem esse género literário.

Qto a esta poetisa, nunca ouvi falar dela, mas irei procurar a biografia ou algo sobre ela.

Um poema banalíssimo, tipo conversa, que toda a gente já disse ou já escreveu. Todos sabemos que a mulher é discriminada, muitas vezes por não se saber impor, outras pelas mais diversas causas e que necessita de ter o seu lugar na sociedade. Jamais haverá igualdade entre sexos, pke somos diferentes, e ainda bem, e assim completamo-nos na perfeição.

Infelizmente, as mulheres qto menos possibilidades económicas têm, mais filhos geram, qdo o aborto já é um ato livre e apoiado pelo estado. Qdo não era, queixavam-se disto e daquilo. Agora, dizem que adoram crianças ou que os contracetivos não resultaram, o k, de facto, pode acontecer, enfim, falta de cabecinha.

Beijinhos para todos e bom domingo, que, vai ser chuvoso.

Toninho disse...

Que linda loa Elvira.
Que a mulher se valorize me cada dia, em cada verso, pois ela rima com raça, graça e beleza.
Bela partilha.
Abraços com carinho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...