Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

domingo, 28 de agosto de 2011

QUANDO UM COMENTÁRIO VIRA POST



AS MÃOS DA MULHER


Vestem necessitados,
ensinando a bondade.
Dão o exemplo,
ensinando o amor.
Embalam o berço,
ensinando a ternura.
Indicam o caminho,
ensinando a decidir.
Preparam alimentos,
ensinando a repartir.

Erguem as mãos,
ensinando a orar.
Abrigam o aflito,
Ensinando a esperança.
Enxugam a lágrima,
ensinando a compartilhar.
Constroem a família,
ensinando a confiar.
Plantam flores,
ensinando a trabalhar.

Ivone Boechat


Teve este blogue a honra de ser visitado  por uma das poetisas nele representada  que à laia de comentário me deixou este belo poema. Espero que gostem
Para a autora o meu muito obrigada. 


tenham uma boa semana

14 comentários:

Evanir disse...

Nossa amizade é um mundo de encantos,por isso temos que ter capacidade de amar infitinamente.
Creia a amizade é um fio que liga nosso coração em qualquer parte do mundo.
Só podemos ter certeza que não estamos passando pela vida inultimente se não perdermos a capacidade de amar.
Sou muito feliz por ter sua amizade, é isso que me da a certeza de um amor lindo e incondicional.
Uma abençoada tarde de Domingo!
Bjs no coração.
Evanir
Carinhosamente seguindo seu blog.

Marisa Ferreira disse...

Muito bom =)*

Olinda Melo disse...

Lindo poema, homenageando a mulher e a sua missão de estar presente em todos os momentos da vida.

Abraço

Olinda

lua prateada disse...

Muito lindo, tudo quanto as mãos de uma mulher podem fazer e...quantas vezes nem nós próprias lhes damos valor...
Beijo prateado
SOL

Fernanda disse...

Que lindo amiga Elvira!
E mais uma vez se repetiu o feito.

Tenho comigo vários poemas inéditos da Maria José, mas tenho que falar com ela para saver se posso passá-los a si. Sei apenas que ela está a pensar publicar, ainda nãi sei quando.

Amiga, sei que vive longe e que não poderá estar presente no dia 8 de Setembro, seria uma alegria imensa recebê-la e tê-la no Concurso de Poesia do CCCampos.
Se eventualmente mudar de ideias, avise-me apenas. Tudo se arranja.

Beijinhos

Sandra Puff disse...

Olá, Elvira...
Uma Bela Homenagem sua à Poeta Ivone...E sábias palavras nesse poema belíssimo!
Uma Linda Semana,
Beijinhos, Sapatinhos da Dorothy ♥

Isamar disse...

É, de facto, muito bonito este poema. O que não fazem as mãos de uma mulher? Acalentam os mais desprotegidos, os desvalidos, com o altruísmo que lhes é peculiar como acarinham as crianças que delas de abeiram solicitando a sua atenção. Tu sabes bem o valor das mãos femininas!
Não conhecia a poetisa mas tu dás o lugar primordial que a poesia merece neste teu blogue.

Beijinhos

Tem um bom dia.

Bem-hajas!

lua prateada disse...

Então és mesmo uma felizarda amiga...quão bom...infelizmente isso não acontece com todos os seres do planeta...e sei que infelizmente não sou a única.
Beijinho meu para ti e obrigada.

SOL

Olinda Melo disse...

Olá, Elvira

Adorei as suas visitas e as suas palavras tão elogiosas.

Apreciei este seu blogue desde o primeiro momento e estou a segui-la para não perder os lindos poemas que aqui publica.

Beijo

Olinda

Sonhadora disse...

Minha querida

desculpe entrar assim, mas passei e gostei de tudo o que li, tomei a liberdade de seguir, para voltar mais vezes.

Um beijinho
Sonhadora

。♥ Smareis ♥。 disse...

Olá, Elvira! vim conhecer e fiquei encantada com tanta beleza no texto. Gostei muito e voltarei. Ja estou seguindo.Convido a conhecer meu blog e se gostar me seguir também. Bjs!

Smareis

ETERNA APAIXONADA disse...

Uma linda homenagem à poetisa!
São momentos assim que enriquecem a blogosfera!
Gostei de conhecer.
Beijos às duas!

Ana Martins disse...

Que lindo!

Beijinho,
Ana Martins

Ivone Boechat Oliveira disse...

MULHER

Mulher, nunca desista
de ser campeã na olimpíada
dessa correria,
amanhã tudo será melhor:
os filhos crescem,
as lutas rejuvenescem
e você está cada dia
mais linda e maior.

Mulher, vai de cabeça erguida,
porque o Senhor não erra,
tinha que honrar sua imagem,
primeiro fez o rascunho
de um ser superior,
refez o projeto,
fez seu veto divino,
retocou,
multiplicou
a dosagem de amor,
refez a embalagem:
no modelo anterior não cabia
esse gigante
interior.

Ivone Boechat

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...