Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

MARIA JOÃO CANTINHO

Os que caminham descalços



Os que caminham descalços
procuram a penumbra,
o fio de água pura
e a rara flor da montanha,
a nascente.

Os que caminham de olhos cerrados
vindos de longe,
marcados pelo relâmpago da loucura,
rasgam as roupas e renegam-se,
ajoelham no pó e descem ao poço,
cobrem-se de terra, em gesto
de melancolia acerada.

Os que caminham de rosto coberto
trazem o rosto em chaga
e no olhar a intacta ferida,
são os que procuram a salvação,
o olho único e a grande ave,
cruzando todos os céus
e os tempos da terra,
em acesa, secreta caligrafia.

Os que caminham e nunca chegam
peregrinos de um clarão sem nome,
sabem que o fruto se fecha em si
e que a vida é isto:

vela branca na escuridão.


  Maria João Cantinho


Biografia e outros poemas AQUI

11 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Bom dia, querida amiga Elvira!
Os 'indigentes'... os perambulantes de amor... os mendigos de afeto ou os missionários do bem... andam assim,muitas vezes...
Passam por nós e nem os vemos...
Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
🌻🌼🌺🌹🌷🏵💐🌸🙏

Olinda Melo disse...


Olá, Elvira


Um poema que nos transmite algo que se encontra nos gestos, na forma de estar
e que nos alerta para as diversas formas de viver a vida.

Bj

Olinda

Majo Dutra disse...

Não conhecia a autora... tem um curriculum de se lhe tirar o chapéu!
Uma vida dedicada à literatura.

Há multidões sofredoras perambulando a Terra...
Um poema expressivo e denunciante.

Abraço, Elvira.
~~~

Mar Arável disse...

se necessário iremos descalços
para a fonte
mesmo que os pés nos doam

Larissa Pereira dos Santos disse...

Olá Elvira, caí de paraquedas aqui no seu blog, fiquei feliz de saber que escreve poesia, eu também escrevo! Amei essa daqui, muito profunda!
Um feliz 2019, continue trazendo sua arte para blogosfera, esse mundo vasto de pessoas talentosas e desconhecidas.
Deus te abençoe!

Hetero Doméstico disse...

E uma esperança que nunca desaparece... :-)
Bom fim de semana!

Nal Pontes disse...

Uma poesia que nos leva a refletir. Pelas profudezas das palavras. Bjs querida. Bom final de semana

CÉU disse...

Olá, estimada Elvira!

Não conhecia a escritora, que tem um vasto currículo literário.
Li algumas poesias delas, para além desta, e penso que fala do cotidiano das pessoas, das alegrias e das tristezas, enfim, da vida.

Os k caminham com dificuldade, mas acabam por chegar, devem sentir-se, apesar das contradições da vida e dos Homens, razoavelmente felizes e vencedores. Os que andam, andam, mas nunca chegam à "terra prometida", dão-se por vencidos e pensam que o amor e a justiça não existem. Enfim, é assim a vida, podem concluir, mas há sempre uma réstia de esperança.

Beijos para todos e as suas melhoras. Dia 17 será decisivo, segundo li num comentário seu. E se tudo estiver bem, será operada à outra vista dia 21. Vamos ter fé e confiança!

免費a片下載 disse...

免費a片下載無碼
線上免費試看短片a片
a片免費看
a片下載
a片寫真
免費試看短片a片
a片
免費a片下載
校園美女a片影音視訊網
a片免費看

Majo Dutra disse...

Votos de ótimo restabelecimento
e melhor fim de semana.
Terno abraço-
~~~

Isamar disse...

Que lindo poema, parabéns à Autora.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...