Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

sexta-feira, 20 de julho de 2012

ELVIRA CARVALHO


POEMA DO NOSSO AMOR NASCIDO

Ainda me recordo do tempo de solidão
quando na estação do meu desejo
embarquei ao encontro de ti.
Era Primavera? Não. Era ainda Inverno.
Mas o tempo não contava. Era um montão
de horas encerradas
na penitenciária do passado.
E foi justamente nessa altura
que te encontrei.
Trazias a noite agonizante
em teus cabelos,
enquanto nos teus olhos dourados
raiava a aurora.
Nunca te tinha visto e no entanto
soube logo que eras tu. No teu sorriso
- branco malmequer que desfolhaste,
me perdi. Com a força do desespero
que agoniza em silêncio,
o nosso amor nasceu. Depois...
bem, depois, não estava previsto
-mas aconteceu...a maçã do saber
adormeceu em nós.
A cidade, o rio, as gentes,
a vida e até a própria morte
deixaram de nos importar.
Há alguma coisa mais importante que
um homem e uma mulher que se amam?...
Lembras-te? Era o tempo dos beijos
a saber a pôr-do-sol,
das madrugadas amanhecendo
nos sorrisos sem palavras.
Era o tempo em que os nossos corpos,
prenhes de Amor, cavalgavam
pelas montanhas da Ilusão.

Elvira Carvalho



Depois de quatro anos de resistência, em que sempre disse que não colocaria neste espaço os meus escritos, apesar dos pedidos de algumas amigas mais gentis, ( até porque não me considero poeta,) eis-me aqui.  Espero que me perdoem. E prometo voltar para o próximo mês  com novos poetas.

41 comentários:

edumanes disse...

Sem cavalgar pelas montanhas da ilusão
Este seu lindo poema acabei de ler
A paixão que faz feliz o coração
Que ninguém o poderá esquecer!

Bom fim de semana para você, amiga Elvira,
um abraço
Eduardo.

Sonhadora disse...

Minha querida

E fizeste bem em postar a tua poesia, que é sublime...adorei ler-te.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Maria Rodrigues disse...

Amiga Elvira que poema maravilhoso, um divagar pela recordação de um amor grande e intenso. Afinal como Camões escreveu " O amor é fogo que arde e não se vê ...".
Será sempre um prazer imenso voltar a ler poemas seus.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga Elvira.

Que lindo poema!!
Amei...
A força do amor está sempre em primeiro lugar.

Muitas bênçãos.

Beijos.

LUZ disse...

Olá estimada Elvira,

Como estão todos?
Deus queira que bem.

Quando comecei a ler o poema, apercebi-me, de imediato, que fora escrito por si, se calhar, há uns anos, largos.

A Elvira é muito peculiar, na forma de dizer, de nos contar as "coisas", de nos revelar um pouco da sua história de vida, que embora sofredora é muito rica de vivências e experiências. Quando comenta, é sucinta, direta e certeira no que afirma, mas quando escreve acerca das suas vivências e recordaçõess, parece que está a falar conosco. Desenvolve-se, "despe-se" e conta tudo, tal como aconteceu.

Linda história de amor, ao que parece começada na penitênciária e num primeiro olhar, ele sabia que a Elvira era a tal e vice-versa.
Continuem esse lindo amor! Um amor meigo e sincero, de "invejar", direi. Que continuem, com as bençãos de Nossa Senhora de Fátima.

AINDA HÁ ROMEUS E JULIETAS COM FINAIS FELIZES.

O texto que escreveui é prosa, meio poética, porque fala de sentimentos, sentires e muito, muito amor.

Resistiu quatro anos? Vê Elvira, nunca devemos dizer nem nunca, nem sempre.

O VOSSO AMOR MERECE HONRAS DE PRIMEIRA PÁGINA DE BLOQUE, DE JORNAIS E REVISTAS.

Boa noite, POETA!

Beijos de muita amizade para todos.

É prosa, de luxo, inteligente, simples e muita verdadeira, muito sua.

Maria Alice Cerqueira disse...

Ola querida amiga,
Hoje é apenas para agradecer a sua carinhosa presença no meu cantinho.
Muito obrigada!
Um lindo dia para voce.
abraço muito amigo
Maria Alice

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

passando para deixar um beijinho com carinho.

Sonhadora

rosa-branca disse...

Olá amiga, que poema maravilhoso. Como pode querer guardar só para si tamanha beleza? Fico à espera de mais poemas. Beijos com carinho

Ana Martins disse...

Elvira, boa noite!
Fez muito bem em colocar aqui os seus escritos, e quem disse que não é poetisa?

Gostei muito do seu poema e se me permite, toca a divulgar os seus poemas, há algo que me diz que vou gostar e muito!

Beijinho,
Ana Martins

LUZ disse...

Olá querida Elvira,

Como estão todos?
Sem férias, eu sei, mas sempre pronta a ajudar os outros e com as suas mãos de fada, entretem-se.

Por aqui, tudo normal. Estou de férias, como lhe disse, e estou, calmamente, em casa.

Beijinhos da Luz.

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA!
AMIGAS, SÃO SÁBIAS, AS TUAS ENTÃO, SÓ ASSIM PODEMOS TOMAR CONHECIMENTO DE BELAS COISAS ESCRITAS POR TI.
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Evanir disse...


Como estava um pouco afastada estou tentando voltar aos poucos
novamente tentando digerir o desconforto que estou passando no momento.
Eu não posso parar muito menos desistir de lutar como sempre fiz.
E a amizade nos da força sempre para continuar nossa jornada.
Nessa rapida visite convido você a ler minha postagem
também dizer se gostou do novo visual da nossa Viagem.
Linda noite beijos no coração,Evanir.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Passando para deixar um beijinho e agradecer a visita.

Sonhadora

Luna disse...

pedir desculpa por este belo momento é um sacrilégio, é um lindo poema de amor, vivido e sentido
beijinhos

ONG ALERTA disse...

Maravilhoso, beijo Lisette.

Moça disse...

Lindo poema!!!! parabens!!!!!
gostei do seu blog!!!

opinandoemtudo.blogspot.com

Silvia C. disse...

Essa 'perdição' é tão boan o começo.... pena que muitas vezes termina mesmo em ilusão.

boa semana

Magia da Inês disse...


Adorei!!!!
Amiga, beijinhos.
Bom fim de semana!
✿✿✿

Morgan Nascimento disse...

Olá, parabéns pelo seu blog!
Se você puder visite este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Obrigado pela atenção

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga

Peço desculpas pela minha ausência, mas não é por esquecimento, mas sim por conta de meu novo projeto, o qual me está retirando muito tempo.

Ser esposa, mãe, amiga, dona de casa, e ainda aprendiz de escritora, não é tarefa muito fácil, requer de nós um grande equilíbrio.

Queria muito agradecer por sua presença amiga lá no meu cantinho, presença que me alegra por demais meu coração e minha vida! Muito Obrigada!

Me perdoe por alguma coisa.

Um lindo dia para você.

Abraço amigo

Maria Alice

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia !!!!!
Minha querida amiga...amiga das letras...sabes sim escrever muito bem dentro do seu mundo poético que é tão lindo dentro do amor...vivido e revivido...
bjs minha querida!!!!!!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Elvira

passando para deixar um beijinho com carinho.

Sonhadora

O Profeta disse...

Sou um devoto fazedor de sonhos
Um homem que segue o destino
A minha sombra nem sempre me acompanha
Nem sempre acredito haver um ser divino

Nem sempre acredito que há coisas para a creditar
Nem sempre uma viagem tem um feliz fim
Já acreditei no imenso do sentir de gente
Que me disse sentir tanto por mim

São tão perfeitas as flores
Não morrem, apenas se despem das cores

Doce beijo

MARIA DA FONTE disse...

Pois devo dizer-lhe que escreve muito bem e que adorei o seu poema. Abraços
NOTA: Voltarei para ler outro.

BELA FLOR. disse...

Boa tarde,poetisa escreve maravilhosamente bem e não pode deixar morrer este dom aconteça oque acontecer,parabéns!

deixo aqui meu link pra me visitar,beijos.


http://roseli-balbobelaflor.blogspot.com/

http://belarosehotmailcom-belaf.blogspot.com/

✿ chica disse...

Que maravilha de poesia, não podias ficar guardada ...Linda! beijo,tudo de bom,chica

manuela barroso disse...

Nunca é demais ler este tão belo poema.A sua poética é belemente suave e doce.
Bom fim de semana querida amiga Elvira
Muitos bjis

Ana Martins disse...

Elvira, boa noite!
Voltei e reli este maravilhoso poema!

Beijinho,
Ana Martins

São disse...

Quando volta aqui?

Bons sonhos

AFRICA EM POESIA disse...


Elvira
a vida vale por muitos momentos agora valeu por este.
Fiquei muito feliz e já valeu a pena que o meu livro tenha nascido.

um beijinho e passe no meu blogue de dedais tem roupagem nova.
beijossssssss

AFRICA EM POESIA disse...

Achei o seu poema muito bom

um grito muito bem escrito e muito sentido
quero ler mais...

AFRICA EM POESIA disse...


Elvira
a vida vale por muitos momentos agora valeu por este.
Fiquei muito feliz e já valeu a pena que o livro tenha nascido.

um beijinho e apareça sempre por aqui

passe no meu blogue de dedais tem roupagem nova.
beijossssssss

Evanir disse...

Fico feliz em perceber que certas pessoas,
como nós, têm a capacidade de reconstruir para recomeçar.
Isso é sinal de garra e de luta, é saber viver, é tirar o
melhor de todos os passageiros.
Agradeço a Deus por você fazer parte da minha viagem,
e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado,
com certeza,o vagão é o mesmo.
Com saudades desejo um feliz Domingo,
beijos na sua alma carinhosamente,Evanir.
A Viagem..

DE-PROPOSITO disse...

cavalgavam
pelas montanhas da Ilusão.
----------
A ilusão move-nos para muitas coisas, umas acertadas, outras nem por isso. Mas é a 'ilusão' que nos faz caminhar em frente.
---------
Que a felicidade ande por aí.
Manuel

silvioafonso disse...

.




Amanhã, 01 de outubro você
se sentirá na pele de uma
das pessoas que lutou para
conseguir o grande amor de
sua vida e viu com o passar
do tempo a maioria dos dese-
jos ser assassinada pela pes-
soa amada, esmaecendo o
grande sentimento.

Espero você lá.

Um beijo,

silvioafonso







.

O Profeta disse...

De folhas de Outono se coroa uma tonta
Lancei pedras sobre as ondas furiosas
Teimosamente arde neste peito uma raiva
E vi muito lixo num covil de raposas

As coisas que um poeta vê
As coisas que que invadem uma alma demente
Num silencio contaminador, estonteante
Ouvi palavras de amargo presente

Cheguei finalmente a uma certa praia
Fiquei encoberto por uma mancha de gaivotas
Na impressionante fachada da minha alma
Fecham-se com estrondo todas as portas


Doce beijo

FireHead disse...

Você não se sente poeta??? Eu li bem??? :)

MARILENE disse...

Muito bom ter vencido a resistência. Essa viagem pelo mundo da ilusão ficou linda. Bjs.

Tite disse...

Elvira,

Uhaaaaauuu!

Adorei ver-te, assim... despida de falsos pudores.
Que lindo esse Amor, igual a muitos outros mas que não encontram palavras para o dizer.

Beijosssssdss

Duarte disse...


Versos que expressam paixões,
Num crescente e belo evoluir;
Que vos fortaleça tão nobres emoções,
Que nunca esmoreça tão belo sentir.

Um grande abraço e a minha gratidão

lis disse...

Oi Elvira
Gostei muito , espero que continue a fazer os poemas e traze-los para partilhar conosco.
Muito bonito _ gosto de "nunca te tinha visto e no entanto sabias que era tu"
muito romântico !
deixo abraços

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...