Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

segunda-feira, 21 de março de 2011

HOJE É PRIMAVERA E DIA MUNDIAL DE POESIA





 Foto de EUDORA PORTO


Porque começa hoje a Primavera, mas é também o dia Mundial de poesia, mas sobretudo porque se apresentará hoje o PEC 4 no Parlamento, e todas nós mulheres e mães estamos muito preocupadas com a situação actual deste País que parece uma jangada  à deriva pelos mares da desilusão, resolvi postar hoje um poema de uma poetisa que já repete neste blogue, mas que acho muito a propósito. Maria José Areal. Para quem não conhece, e deseja saber mais sobre a autora é só procurar  aqui  .


JANELAS DE ESPERANÇA

Abram-se as janelas
Da esperança!

Neste tempo de desilusão
O mundo entulha-nos
Com pactos de desgraça,
Ondas de desdém,
Ventos de cobiça
Arremessando a esperança
Para o universo do sonho.
É o desamor
Que assola este tempo
No tempo de todos nós.

A criança caminha
Sem rumo certo,
O jovem não vê
As coordenadas do caminho
Os homens e as mulheres
Procuram na noite o abrigo
Para tamanha dor.

A incerteza cultiva a desgraça
E... não sabemos por onde ir.

Abram-se as janelas da esperança!


Maria José Areal  (do seu livro "À Deriva")

A TODOS OS QUE POR AQUI PASSAM, UMA EXCELENTE SEMANA

terça-feira, 8 de março de 2011

DIA 8 DE MARÇO - DIA INTERNACIONAL DA MULHER



 UMA MULHER


Uma mulher traz mãos estendidas e pulsos frágeis,
Mas suporta os pesos imprevisíveis da vida.
Traz uma urgência de amparo,
Sustenta um olhar firme e claro
Na obscuridade das ruas onde, às vezes, transita.
Traz o rosto entre lua e estrelas
E uma esperança que se levanta com o sol das manhãs.
Nos lábios, o gosto das maçãs,
E no riso, a aragem fresca da brisa.
Uma mulher possui, oculta e insuspeitada,
Uma força paradoxal,
Que pode ser mortal
Ou reordenar a vida.
Uma mulher traz a semente polinizada e nascida
Na aridez de qualquer tempo.
Traz uma referência de amor,
Dedos esculpidos para acariciar a flor
E um véu que lhe preserva o instinto.
Uma mulher traz um silêncio e uma explosão,
Um delírio e uma prostração,
E uma certeza que a torna triunfante.
Uma mulher traz uma vibração constante,
Uma busca por sentir-se livre
E um poder de inventar caminhos.
Traz os derradeiros carinhos,
O peito despojado,
E possui-se de ternuras.
Uma mulher acumula-se de procuras,
De persistências e de encantamento.
Uma mulher traz o sábio gesto de um momento
E uma luz projectada para o infinito!


Lúcia Barcelos
Porto Alegre


Biografia

POR MAIS QUE PROCURASSE NÃO ENCONTREI NENHUMA BIOGRAFIA DA AUTORA . SE ALGUM DOS AMIGOS QUE ME COSTUMA VISITAR SOUBER  ALGUMA COISA SOBRE A AUTORA AGRADECIA QUE ME INFORMASSE.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...