Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

quinta-feira, 25 de março de 2021

SYLVIA PLATH






Canção da manhã


O amor faz você funcionar como redondo relógio de ouro.
A parteira bateu em seus pés, e seu grito nu
Tomou lugar entre os elementos.

Nossas vozes ecoam, exaltando sua chegada. Estátua nova
Num museu arejado, sua nudez
Assombra nossa segurança. Ficamos ao redor, brancos como paredes.

Sou sua mãe
Tanto quanto a nuvem que destila um espelho que reflete seu lento
Desaparecimento na mão do vento.

À noite toda seu hálito de mariposa
Flutua entre rosas lisas. Acordo e ouço:
Longe, um mar se move em meu ouvido.

Um grito, e cambaleio para fora da cama, vaca obesa e florida
Em minha camisola vitoriana.
Sua boca se abre, limpa como a de um gato. A janela

Embranquece e engole suas estrelas torpes. E agora você ensaia
Seu punhado de notas;
As vogais claras sobem como balões.
.




- Sylvia Plath, no livro "Ariel" (edição fac-simile).. [tradução de Rodrigo Garcia Lopes e Maria Cristina Lenz de Macedo] Campinas-SP: Verus Editora, 2007. 


Biografia AQUI

12 comentários:

chica disse...

Linda poesia,Elvira!Bela canção da manhã! beijos, ótimo dia! chica

A Libidinosa disse...

Encantada!

Vânia Moraes disse...

Quanta beleza há em teus versos...

SARA disse...

Canção bela logo pela manhã lindo o seu poema um 😘🌹

© Piedade Araújo Sol disse...

Elvira

não conhecia a escrita de Sylvia Plath, gostei do que li, achei muito original.

beijinhos

:)

Cidália Ferreira disse...

Uma publicação sublime! Obrigada pela partilha! :)
-
Beijos...Boa noite!

Fê blue bird disse...

Achei, além de muito belo, muito criativo e original este poema.
Uma poeta que desconhecia e que despertou a minha curiosidade.

Um beijinho Elvira, e uma vez mais, obrigada pela partilha.

Roselia Bezerra disse...

Boa noite de paz, querida amiga Elvira!
Não conhecia e gostei de ler uma poesia assim com teor reflexivo que se há que debulhar e sentir.
Tenha dias abençoados!
Beijinhos carinhosos e fraternos

Sementes Preciosas disse...

De ternura e mel os versos que acabei de ler. Senti-me leve e tranquila. Por vezes, no tumulto da vida, precisamos ler algo que nos serene a alma. Obrigada Elvira, pela publicação. Gostei daqui. Voltarei. Um beijo

Maria Rodrigues disse...

Linda canção da manhã.
Desconhecia a poetisa, obrigado pela partilha.
Beijinhos

HD disse...

Tão sereno e apaziguador... :-)
Abraço e saúde

ematejoca disse...

Uma das minhas POETISAS de eleição.
Vida trágica — fim trágico — uma obra de grande valor literário.