Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

terça-feira, 7 de julho de 2020

MARIA DE LOURDES DOS ANJOS



PORTO

.

O velho Porto é feito de calçadas e vielas,

de roupa lavada a bailar nas janelas.

De alminhas com flores e velas.

De telhados coscuvilhando a rua.

E o velho Porto continua…

por frontarias de granito

por degraus gastos e incertos

por portais que não se deixam fechar

por ilhas prenhes de gente e viúvas de mar.

O Porto há-de ser, eternamente,

um estranho segredo a desvendar

um misto de paz e guerra

um silêncio e um grito

uma coroa d’água cinzelada

uma saudade magoada

um abraço apertado

 um coração real apaixonado

 um raio de sol ferido

um palavrão atrevido

UM PORTO ENEVOADO E SENTIDO.


Maria de Lourdes dos Anjos


Não encontrei a biografia de poetisa, embora a Internet tenha muitos poemas e outros trabalhos seus. Sei apenas que é professora. 
.

13 comentários:

Bell disse...

oi amiga

Morro de vontade de conhecer Portugal.

bjokas =)

" R y k @ r d o " disse...

Poema simplesmente maravilhoso.
.
Que bem e feliz
Saudação poética

Ailime disse...

Boa tarde Elvira,
Um poema maravilhoso, que retrata fielmente a bonita cidade do Porto.
Um beijinho.
Ailime

Cidália Ferreira disse...

Brilhante publicação e apresentação!:)

Beijos e um excelente dia

Os olhares da Gracinha! disse...

E como o Porto é uma cidade que amo e conheço bem... APLAUDO!!!

São disse...

E foi neste velho Porto que um tamanco me passou a rasar o rosto e que, felizmente, não atingiu o alvo uns metros mais à frente.


Gostei de conhecer.

Beijinho e tudo de bom

silvioafonso disse...

Tu tens o dom da coisa, poeta.
Beijos, Elvira, com máscara, tá?

lua singular disse...

Oi Elvira ,

Linda poesia
Gostei do tamanco.kkk
Adorei
Beijos
Lua Singular

Teresinha da Música disse...

O grandioso Porto deve ter lugares magníficos e maravilhosos,gostei imenso do poema,está lindíssimo!! Tem um abençoado mês de Julho,muita alegria,muita paz e muita saúde para ti,fica bem,muitos beijinhos!!

vieira calado disse...

Olá, amiga, como tem passado?

E uma pergunta:

Vem por cá, este ano?

Se assim for, diga alguma coisa, tá bem?

Saudações poéticas!

Elisabete disse...

LINDÍSSIMO POEMA!
UM BOM DOMINGO PARA VOCÊ...
ABRAÇOS.

Vanessa Casais disse...

Gostei muito do poema. Obrigada pela partilha.

Entretanto já estou a seguir o blog. Convido-a a seguir o meu também https://primeirolimao.blogspot.com/

Volta e meia também publico poesia. Já vi que participámos ambas em algumas colectâneas da Chiado Editora.

Um beijinho,
Vanessa Casais
https://primeirolimao.blogspot.com/

Marina Filgueira disse...

¡Holaa, Elvira!

Tal cual, así es Oporto mágico, bellísimo y con su historia a cuestas como tantos otros pueblos costeros, marineros.
Tuve la suerte de visitarlo en dos ocasiones y me encantó, también estuve en sus bodegas haciendo una cata de vinos riquísimos todos, compre unas botellas y conservo una de recuerdo.

Ha sido un placer pasar por esta tu casa mar y belleza.
Un abrazo apretado, mi inmensa gratitud y mi gran estima.
Feliz verano y bendiciones que te acompañen siempre.