Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

Seguidores

quinta-feira, 14 de maio de 2020

TERESA RITA LOPES


E porque estamos em Maio, mês de Maria, a mãe de todos os que comungam da fé cristã. E hoje até é dia 12, mais um poema dedicado às mães que temos, que somos, e às que virão a ser 




Vão-se Esfumando
Vão-se esfumando como retratos velhos
alguns desses amores
que foram parte de mim
e me deixaram decepada
mutilada
quando um dia partiram
Depois o corpo foi-se custosamente habituando
refazendo a sua unidade
Pouco a pouco foram ficando ausentes
inócuos
estrangeiros
Agora já lhes sorrio de leve
Nem já preciso de lhes perdoar
Só tu
Mãe
desde que te foste
és cada vez mais presente
Mais precisa
Mais preciosa
Teresa Rita Lopes



AQUI a biografia da autora

Hoje  estou AQUI numa gentileza da Teresa do blogue Ontem é só Memória Se puderem passem por lá.

13 comentários:

lua singular disse...

Oi Elvira,
Mês de Maio, mês da mãe de Deus!
Nossa mãe é especial aqui na Terra ou no céu também.
Gostei muito
Beijos
Lua Singular

Micaela Santos disse...

As nossas mães são preciosas mesmo!
Mas a vida é assim, feita de saudades!

Beijinhos no seu coração!

chica disse...

Linda poesia e cai muito bem em qualquer dia! beijos, chica

" R y k @ r d o " disse...

Boa tarde:- Sendo homem, nada me impede de amar o que escreve. Abençoadas sejam todas as mães do mundo
.
Uma terça-feira muito feliz
Cuide-se

Cidália Ferreira disse...

Sempre em grande! Amei
-
Sou como um rio, tão cheia de nada

Beijo e uma excelente noite...

O meu pensamento viaja disse...

Um poema lindo, mas carregado de tristeza.
Espero que continue bem, Elvira.
Beijo

Isamar disse...

Olá Elvira,
Espero que continue a estar tudo bem consigo.
Que belo (apesar de triste) poema dedicado à nossa Mãe!
Beijinhos

Majo Dutra disse...

Não conheço a autora, mas gostei do seu sentido poema...
Bom fim de semana.
Tudo pelo melhor.
Abraço
~~~

São disse...

Um texto muito sentido, sem dúvida.

Beijinho e bom fim de semana

Megy Maia disse...

Olá Elvira!
Tão sereno e de uma cândida beleza.
Obrigada amiga por publicar tão gratos sentimentos.
Uma noite abençoada.
Megy Maia🌈

silvioafonso disse...

Vim saber se você está bem Elvira.
Faço com você o que meus amigos,
graças a Deus, fazem comigo. Talvez
porque eu more sozinho, não é?, mas
tudo bem. Eu penso que não é por
cuidado, mas por carinho. Sinta-se
acarinhada, como diz minha avó.
Beijos, com ou sem máscara.

Maria Rodrigues disse...

Sentido e belo poema.
Fique bem, beijinhos

Olinda Melo disse...


Os que partem levam sempre uma parte
de nós. Sentimo-lo toda a vida, embora
a dor se vá atenuando com o tempo.

Obrigada por nos trazer esta Poetisa.

Bj

Olinda