Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

domingo, 30 de outubro de 2016

ALINE GALLINA







Aniversariante em oração
tenho urna pilha de nervos para resolver
Multa parafernalha solta na cabeça:
É prego
É pobre
É problema
pego o prego para começar
Bata! bato, bato... sem martelo ele não entra
-Parafuso pode ser?
para tudo, rodar deixa confuso
Tonto, com o fuso todo desnorteado
vejo a pilha, vejo o prego, não vejo o martelo e não quero
                                                                  o parafuso
Pronto. Recomeçando...
Ser pobre é um problema!
tem que fazer, tem que comer, tem que dormir,
                                               não tem nada nas mãos.
— Um martelo ajudaria!
não tem martelo não senhor, nem em mãos nem na estória.
o Senhor está no céu, junto dele quem mais? A família,
                                               os fiéis amigos...
eu não sou Senhor, sou Sozinho, filho da terra e é para
                                                        lá que eu vou.
Na terra tem tudo.
— puxa vida!
Puxa, puxa a vida que ela vem.
Vida pesada essa.
tenho dor nas costas, calos nos pés, mas tenho voz, tenho a força
                                                                  que me resta
dessa vida que eu já puxo há 56 anos completados no dia de hoje. passo a passo vou mais adiante, passo por poças, fundo de poços,
                                                                  perto, longe
passo por pontes e montes.
junto problemas, resolvo, junto mais problemas que antes.
A cabeça funciona, mas com muita parafernalha - prego, pobre,
                                                        ponte, passos —
Solta.
solto meu corpo...pesado!
meus olhos arregalados. Pisante do mundo, que anda
                                                        para a terra, é assim:
Daqui para frente é o resto da vida.





Biografia AQUI

6 comentários:

Fê blue bird disse...

Um poema moderno e um pouco rebelde.
Estive a ver outros da autora e são muito pessoais e originais.

Um beijinho grato por ter participado no meu desafio e uma boa semana amiga Elvira

✿ chica disse...

Gostei de ler ,um tipo diferente de poetar! bjs, chica

Cidália Ferreira disse...

Maravilhosamente bem escrito!

Beijo de boa noite.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Maria Rodrigues disse...

Lindo poema, não conhecia a poetisa, obrigado pela partilha
Beijinhos
Maria

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Que belo e diferente poema,querida amiga Elvira!
Descobri esse seu outro espaço maravilhoso e já a sigo aqui também.

Ele irá para a lista de meus blogs favoritos à direita do meu.
Assim receberei suas atualizações,certo?


Parabéns, pelo espaço excelente,amiga.

Obrigada por sempre me visitar prestigiando o que publico.

Um feriado de Paz Profunda!

Beijos sabor carinho

Donetzka

Blog Magia de Donetzka

CÉU disse...

Olá, estimada Elvira!

Como está, como estão todos vocês?

Agradeço a sua visita e palavras deixadas no meu blogue.

Não conhecia esta escritora, ainda nos trintas e picos, mas percebi, de imediato, k se tratava de uma brasileira, pela forma como escreve e pela descrição k faz do cotidiano.

A poesia tem sempre valor para quem a escreve, mas eu, pessoalmente, não fiquei encantada com a escrita dela. Já estive a ler outros poemas de Aline, que me parecem, um pouco, mais "equilibrados". Pois tem "urna" pilha de nervos para resolver. Bem, eu pensei k tivesse sido engano e k "urna" pudesse ser uma, mas talvez seja um regionalismo, lá do nordeste. É k ter "urna pilha de nervos para resolver" é mto mais grave e tétrico do k ter UMA pilha de nervos para resolver.

Este poema descreve-nos a raiva que a autora sente por tanto k tem para fazer e resolver, mas falta-lhe quase tudo, ou melhor, pode não faltar a ela, mas a mtas pessoas k ela conhece. É um escrito cheio de trocadilhos, com alg. inteligência e um tanto contraditório.

Biografia AQUI não funciona, Elvira, mas eu fui procurar e fiquei a saber que a escritora está ligada às Artes. Só podia! Nunca sabem bem o k querem.

Beijos e um bom fim de semana!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...