Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

quarta-feira, 8 de maio de 2013

ALICE VIEIRA.

A CONCHA PERFEITA DAS TUAS MÃOS

sei um jeito de te fazer ficar
murmuravas nas manhãs em que nascíamos
ávidos de nós
e éramos tão novos
e faltávamos às aulas

posso ter esquecido admito muita coisa
caminhos promessas lugares a cor
da saia que vestia no dia em que não voltei
muita coisa admito menos
a concha perfeita das tuas mãos sobre o meu peito
o cheiro das laranjeiras as cartas
em papel tão adolescente e azul
o esplendor de junho à mesa familiar
os espelhos garantindo-nos um lugar único na casa

posso ter esquecido admito muita coisa
menos os nossos corpos simultâneos
às portas do amor

no arco da minha pele que humidamente
se abria ao lume da tua língua

nessas manhãs em que jurámos
não morrer nunca


In “Dois Corpos Tombando na Água”
Editorial Caminho – 2007  


AQUI encontrarão a biografia desta extraordinária escritora cujo talento se expande pela prosa e pela poesia em muitos livros publicados. Imperdoável da minha parte a sua não inclusão até hoje neste espaço.

19 comentários:

edumanes disse...

A CONCHA PERFEITAS DAS TUAS MÃOS, lindo poema de Alice Vieira.

Às portas do amor
Um dia fui bater,
Abriu a porta uma flor
Para a sua poesia ler!

Boa noite e um abraço
para você, amiga Elvira.
Eduardo.

Maria Emilia Moreira disse...

Boa noite Elvira!
Gosto muito de Alice Vieira. Comecei por conhecer as suas obras dedicadas aos adolescentes e li várias aos meus alunos e fizemos trabalhos sobre elas.(Isto no tempo em que estava no activo). Agora vou lendo dela outro tipo de obras. Não conhecia o poema e gostei imenso.Um abraço.
M. Emília

Nádia Santos disse...

Lindo, ardente e intenso, Bjus amiga!

=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

AFRICA EM POESIA disse...

ELVIRA

Dia da Mãe
é sempre todos os dias

mas neste dia é mesmo diferente e nem que seja com uma flor, podemos dizer mais uma vez a grandeza desta palavra,

um beijinho

Sinval Santos da Silveira disse...

Elvira!!
Qu belíssimo trabalho.
Parabens amiga.

Sinto tua falta no coração tagarela.
Abraços
Sinval

São disse...

Já a conhecia como poeta, mas só recentemente li um livto seu.

Como prosadora há anos e anos que a admirava.
~Beijinhos, amiga

Evanir disse...

Ainda é Dia Das Mães..
Às vezes, você se aborrece
Porque ainda sou criancinha
E sempre deixo marcas de dedos
Nos móveis da casa inteirinha.
Mas estou crescendo dia a dia
E logo adulto vou ser
E essas marcas de dedos
Vão todas desaparecer.
Agora deixo uma marca bem especial
Pra você nunca esquecer
Como eram meus dedinhos
Antes de eu crescer.
Agora somos adultos a saudade
que sentimos já é nossa dos nossos
pequeninos já adultos também.
Feliz Dia Das Mães com muito carinho.
Ser mãe de verdade é ser amiga
dos filhos é ser seu porto seguro.
Cabe a nós mães ser exemplo
ser espelho onde nossos filhos possa
contemplar e refletir passado e futuro
com muito amor e fé acima de tudo.
Mãe :fale do amor de Deus para seus filhos
só assim eles terão orgulho de chamar te de (Mãe)
Feliz Dia das mães carinhosamente, Evanir.
Tem mimo na postagem fique a vontade para levar de lembrança.

Maria Rodrigues disse...

A nostálgia do passado num poema maravilhoso.
Minha amiga peço desculpa da minha ausência mas houve uns problemazitos pessoais o que deixou ainda menos tempo disponivel do que habitualmente tenho.
Os meus posts estão agendados e vão saindo ...
Muito obrigado pelas suas visitas e carinho.
Bejinhos
Maria

Lu Nogfer disse...

Amiga Elvira,

Sem duvidas um glorioso talento!


Beijos

LUZ disse...

Olá, estimada Elvira!

Alice Vieira é uma escritora e mulher muito versátil.

Tem uma imaginação, que muitos julgam simples, acessível (refiro-me aos livros "Uma aventura...", mas não é nada linear. Acho-a, mesmo "complexa".

Sabe agradar, estar e ficar. E quando percebe alguma saturação, habituação, dá a volta ao texto, sempre, inteligentemente.

Este poema é lindíssimo. Sabe-me a amoras e a ervas doces, algo cálido, verdadeiro e puro e que esteve às portas de acontecer. Os tempos eram outros, mas as vontades eram as mesmas.

Peca pela métrica, que se afirma mais prosa que poesia, e que salta do verso de cima para o de baixo, parece de ideia inacabada, a seu belo prazer, não deixando por isso, de encerrar tanta doação, beleza e recordação.

Tenha um resto de boa semana.
Beijos com estima.

✿ chica disse...

Maravilhosa poesia escolheste! Linda semana, beijos,tudo de bom,chica

Grã disse...

Lindo poema e tb seu blog.

Obrigado.

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo dia de domingo amiga inteligente !
Seus poemas tem muito de imperativo do qual é sempre uma obra prima ao escolher para postar...
Deixo aqui o link de uma história fenomenal do qual vale muito a pena conferir para termos consciência do valor da vida diante da morte.É uma história não conhecida por vc ,mas vale muito a pena seu depoimento como comentário...
bjs de dia de domingo !
http://lucinhasdreamgarden.blogspot.com.br/

Silenciosamente ouvindo... disse...

Uma escritora que merece o seu post.
Desejo que esteja bem.
Beijinhos
Irene Alves

Olinda Melo disse...

Cara Elvira

Gosto muito de Alice Vieira e confesso que nunca a tinha encontrado neste registo. Já li alguns livros dela.

Adorei este poema que parece dizer-nos tanto! As palavras são perfeitas, as expressões que ela emprega descreve realmente tempos de magia.

Bjs

Olinda

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Vim para lhe dizer que não me esqueci de ti, nem deste lindo cantinho, peço desculpas pelo meu silencio, mas tem sido por conta da vida, que em certas vezes nos pede um pouquinho de tempo para ela mesma. Vida que apesar de nos trazeres muitos desafios a desvendar, nos trazer a serenidade de te viver com muita alegria, paz e amor.
Peço desculpas pelo recadinho montadinho, eu queria muito passar pelo seu cantinho para e ficar por mais tempinho e desfrutar do aroma deste lindo lugar, pode demorar um pouquinho, mas voltarei.
Tenha uma linda tarde coberta de muita paz e Amor!
Com carinho
Abraço amigo
Querida amiga se poder venha conhecer o meu site. http://www.mariaalicecerqueira.com.br/
O meu muito Obrigado de todo o meu coração. Que Deus os abençoe!

poetaeusou . . . disse...

*
Alice Vieira,
a Mãe Literatura,
,
parabéns pela escolha,
,
um mar de estima,
deixo,
*

CÉU ROSÁRIO disse...

٠•●♥
Não procuras descobrir os segredos que escondo,
Contenta-te com as pétalas, pedaços de alma que te dou.
Não queiras ver além do que te mostro,
Mas vê nas palavras tudo o que sou.
·٠•●♥ ·٠•●♥.
BOM FIM DE SEMANA

lis disse...

Oi Elvira
Já publiquei Alice Maria também, me identifico muito com os poetas portugueses , sem saber o real motivo _ é que são bons mesmos, rs
Linda a sua escolha Elvira
mando abraços

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...