Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

terça-feira, 19 de março de 2013

DIA 19 DE MARÇO - DIA DO PAI



AMOR DE PAI


O amor de pai é indiscutível:
mão calejada, camisa suada,
pressa, canseira,
doação,
o pai é avalista
dos erros na contramão.

O amor de pai é visível:
joelhos dobrados,
prece escondida,
braços abertos,
olhar de ternura,
perdão.

Pai é alguém muito especial:
produtor,
diretor,
ator, figurante
do filme, ao vivo, em cores,
com o roteiro da vida escrito
nas linhas de sua mão.






Ivone Boechat

NOTA 
Já aqui falei desta poetisa. Para conhecê-la melhor olhem o seu blogue que se encontra na sidebar.

11 comentários:

LUZ disse...

Olá, estimada Elvira!

Como vão, todos?
A Nita? Já de férias.

O dia do pai é um dia especial, sem dúvida, e o meu, que só "teve espaço" ( a minha mãe, o avó João e a Tita-minha tia materna, "monopolizaram-me") para me amar, após a morte prematura da minha mãe, revelou-o com imensa ternura, suavidade e bondade.

Transmitiu-me o genes da serenidade, do "está bem, leve lá a taça", da não teimosia e da riqueza do seu mundo interior.

Que Deus o tenha num bom lugar. Amén!

Beijos para todos, com afeição.

PS: ao seu marido e ao seu filho, os meus parabéns e que sejam pais muitos anossssssssssssssssssssss.

LUZ disse...

Olá, Elvira!

Com tudo isto, esqueci-me de comentar o poema de Ivone Boechat, que desconhecia.

É esta a imagem que se tinha do pai, de talvez 20/30 anos, atrás, penso eu. Era ele quem tem as mãos calejadas, costas curvadas e era ele quem trabalhava, fora de casa. A mãe ficava a cuidar dos filhos e da casa.
O pai era o maestro da orquestrta, que era a família.
Agora, temo já muitos maestros, no feminino, maestrinas de tudo, absolutamente tudo.

Atualmente, já não é esta a visão, que se tem. Agora, em geral, pai e mãe trabalham, os filhos estão no infantário ou na escola, e alguns avós ajudam na criação e formação dos seus netos.

FELIZ DIA DO PAI.

Beijinhos.

Nádia Santos disse...

Olá Elvira, o pai é uma presença de sua importância na criação dos filhos, por mais que uma mãe se esmere na educação de seus filhos na ausência do pai, fica uma lacuna aberta. Linda poesia. Bjus
=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

poetaeusou . . . disse...

*
O Pai, o Pai,
,
sei que a Mãe,
de beijos, cobre os filhos,
porém,
muitas vezes,
o Pai, sem os beijar,
dá-lhes mais beijos, que ELA !
,
um mar de estima,
*

✿ chica disse...

Lindo poema e homenagem aos papais! beijos,chica

edumanes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
edumanes disse...

Amor de pai, não há igual
No campo a trabalhar
É normal
Mão dela calejar.

Vai para o trabalho a correr
Para tarde não chegar
Ao fim do dia volta sem trazer
Pão para aos filhos dar!

No passado aconteceu
Aqui em Portugal
Esse tempo ainda não esqueceu
Foi o Salazar, voltou outro para nos fazer mal!

Boa noite e bons sonhos amiga Elvira.Um abraço. Eduardo.

Maria Emilia Moreira disse...

Olá Elvira!
O meu abraço.
Este é um belo poema para homenagear o pai. Feliz de quem guarda uma boa recordação do seu progenitor. Não é o meu caso.
Atá sempre.
M. Emília

Ana Martins disse...

Lindíssimo este poema, Elvira, não conhecia esta poetisa!

Beijinho,
Ana Martins

Lucian Rodrigues Cardoso disse...

Bela homenagem! "o pai é avalista
dos erros na contramão." Frase sensacional! Abraços!

Severa Cabral(escritora) disse...

Folhas de Outono está aqui,para ler mais uma postagem que escreves com maestria e aproveito para parabenizar o dia do Blogueiro,então nada mais justo do que vir até aqui para parabenizá-los.
Que continuemos, por muitos e muitos anos,
colaborando com uma Blogosfera ética,
sem plágio e unida.
Um viva pra você e um viva pra todos nós !!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...