Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

domingo, 1 de maio de 2011

1º DOMINGO DE MAIO - DIA DA MÃE

AQUELA MULHER É MINHA MÃE

Aquela mulher, com brilho no olhar,
firmeza inabalável,
passos apressados, voz forte,
desafiou a todos,
a si mesma desafiou muito mais,
nunca se deteve... avançou em paz.
É a mesma mulher que na solidão,
na pobreza ou na fartura,
dividiu tudo o que sempre conquistou.
Aquela mulher
que passou por cima da brasa
dos seus próprios medos,
caminhou enfrentando
a resistência do movimento
dos sem ideal,
dos sem meta, dos sem coragem...
Aquela mulher atravessou montanhas,
percorreu caminhos de pedra,
chorou em silêncio, sozinha, confiou,
mesmo quando lhe afirmavam
que o mundo ia desabar.
Aquela mulher
é minha mãe!
Ela não seguiu os sinais no caminho,
apontados para o fracasso,
sofreu, viveu,
viverá sempre,
em tudo ou toda obra,
porque vai deixar muito mais
para frente do que para trás.

Ivone Boechat

Biografia
Ivone Boechat de Oliveira é bacharel em Direito, pela Universidade Cândido Mendes; Graduada em Pedagogia e Pós-Graduada em Educação, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro; e Mestre em Educação e PhD em Psicologia da Educação, pela Wisconsin International University, dos EUA. É membro da Academia Duquecaxiense de Letras e Artes, em Duque de Caxias .
 Tem 16 livros publicados, e inúmeras palestras.

4 comentários:

Isamar disse...

Não conhecia a poetisa nem o poema mas gostei muito. A sua definição de mãe, feita com lindísssimas palavras, é perfeita. Mãe é tudo isto. É amor, é coragem, é força...

Beijinhos

Bem-hajas!

nacasadorau disse...

Existe uma só bela criança no Mundo... mas para cada uma delas existe uma Mãe.
Beijinhos especiais neste dia, que é tão nosso.

Consultora em Educação disse...

AS MÃOS DA MULHER


Vestem necessitados,
ensinando a bondade.
Dão o exemplo,
ensinando o amor.
Embalam o berço,
ensinando a ternura.
Indicam o caminho,
ensinando a decidir.
Preparam alimentos,
ensinando a repartir.

Erguem as mãos,
ensinando a orar.
Abrigam o aflito,
Ensinando a esperança.
Enxugam a lágrima,
ensinando a compartilhar.
Constroem a família,
ensinando a confiar.
Plantam flores,
ensinando a trabalhar.

Ivone Boechat

Consultora em Educação disse...

Missão


Não faço verso
pra ninguém achar bonito,
nem para meu grito
servir de inspiração
aos amores artificiais,
sou catadora de letras,
junto aquelas que encontrei
por aí perdidas,
dou a elas vida própria,
direito à rima,
nada mais.

Ivone Boechat

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...