Bloquear botão direito do mouse: Bloquear seleção de texto: Bloquear tecla Ctrl+C/Ctrl+V: Bloquear arrastar e soltar:

quarta-feira, 30 de maio de 2018

POEMA DO NOSSO AMOR NASCIDO


POEMA DO NOSSO AMOR NASCIDO

Ainda me recordo do tempo de solidão
quando na estação do meu desejo
embarquei ao encontro de ti.
Era Primavera? Não. Era ainda Inverno.
Mas o tempo não contava. Era um montão
de horas encerradas
na penitenciária do passado.
E foi justamente nessa altura
que te encontrei.
Trazias a noite agonizante
em teus cabelos,
enquanto nos teus olhos dourados
raiava a aurora.
Nunca te tinha visto e no entanto
soube logo que eras tu. No teu sorriso
- branco malmequer que desfolhaste,
me perdi. Com a força do desespero
que agoniza em silêncio,
o nosso amor nasceu. Depois...
bem, depois, não estava previsto
-mas aconteceu...a maçã do saber
adormeceu em nós.
A cidade, o rio, as gentes,
a vida e até a própria morte
deixaram de nos importar.
Há alguma coisa mais importante que
um homem e uma mulher que se amam?...
Lembras-te? Era o tempo dos beijos
a saber a pôr-do-sol,
das madrugadas amanhecendo
nos sorrisos sem palavras.
Era o tempo em que os nossos corpos,
prenhes de Amor, cavalgavam
pelas montanhas da Ilusão.

Elvira Carvalho



in Antologia de poesia "Entre o sono e o sonho"  Chiado Editora

8 comentários:

Poseidón disse...

OLA ELVIRA,
parabens! bonito post,obrigado.
Abraço

Cidália Ferreira disse...

Uau!
Parabéns pelo excelente Poema!

Beijo e um excelente dia!

Olinda Melo disse...


Um belo poema, Elvira.

Muito bom relê-lo.

Bj

Olinda

Hetero Doméstico disse...

Trazia o amor e todo encanto da vida... :-)
Abraço

Majo Dutra disse...

Que belo foi esse tempo!
Parabéns Elvira.
Gostei muito.
Abraço.
~~~

Evanir disse...

Muito feliz li seu poema lindo
com certeza é muito pouco.
È belíssimo parabéns eu amo poemas
que mexe com o coração.
Uma maneira de amar e sofrer ao mesmo
tempo.
Um feliz final de semana.
Evanir.

Lucia Silva disse...

Lindo blog, o qual já me fiz seguidora. O poema é majestoso, amei tudo!
Beijos afetuosos!

lua singular disse...

Oi Elvira,
Lindas reminiscências,
Adorei
Beijos
Lua Singular

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...